quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Sonhos



Eu não posso ter nas mãos o meu destino
E mudar o que eu não quero que aconteça
Cada noite é esperar que um novo tempo
Recomece assim que o dia amanheça
Sou humano, tenho sonhos, faço planos
Como qualquer outro homem quero ser feliz

Conquistando o Impossivel