quinta-feira, 29 de novembro de 2007

♥♥♥ Tchau ♥♥♥

Me cansei dos teus desenganos Não entendo a tua fala Nossa casa está vazia Hoje à noite é o meu dia... Nossa vida virou novela E eu não sou nenhum personagem Que se enquadre em teus delírios Quero andar nas ruas e sentir frio No calor, quero estar sozinho... Me cansei das tuas mentiras Eu não quero esse dia-a-dia Não consigo fazer promessas Tenho apenas o que me resta... O teu jeito não me abala Não me sinto bem no teu jogo Vou voar mais alto que as nuvens Entender de vez esse meu vazio Te encontrar prá não ser sozinho... Nosso final, é simples Tchau!..

2 comentários:

Bruh disse...

Amor é fogo que arde sem se ver;
É ferida que dói e não se sente;
É um contentamento descontente;
É dor que desatina sem doer.

É um não querer mais que bem querer;
É um andar solitário entre a gente;
É nunca contentar-se de contente;
É um cuidar que se ganha em se perder.

É querer estar preso por vontade
É servir a quem vence o vencedor,
É ter com quem nos mata lealdade.

Mas como causar pode seu favor
Nos corações humanos amizade;
Se tão contrário a si é o mesmo amor?

Bruh disse...

No amor ninguém pode machucar ninguém; cada um é responsável por aquilo que sente e não podemos culpar o outro por isso... Já me senti ferida quando perdi o homem por quem me apaixonei... Hoje estou convencida de que ninguém perde ninguém, porque ninguém possui ninguém... Essa é a verdadeira experiência de ser livre: ter a coisa mais importante do mundo sem possuí-la.