sexta-feira, 14 de dezembro de 2007

O Meu Jeito de Te Amar

O Meu Jeito de Te Amar

Não me leve a mal
Sei que não sou tão legal,
O meu jeito etc. e tal
Mas eu sei, tudo de você

Não me diga não
E mais fácil ter a ilusão,
Um sorriso então
Para ver tudo acontecer

Vale a pena
É o meu jeito de te amar
Todo dia
Quero te reconquistar

Não me diga adeus
Nosso amor não cabe em um adeus,
Quem sabe até lá
Você sabe, onde me encontrar

3 comentários:

Bruh disse...

Eu queria...

Queria ser teu pensamento, quando estivesse traduzindo a mensagem que o murmúrio das ondas nos traz.
Queria ser o porto, em que você ancorasse teu barco.
Queria ser o teu amparo, quando as dores da vida te abatessem.
Queria ser a força, que te ajudasse a superar os obstáculos e te fizesse renascer a cada instante.
Queria ser o poder, que com meu amor, transformasse em sorriso os teus momentos tristes.
Queria ser o encontro, que preenchesse o vazio dos teus momentos de solidão.
Queria ser a água, que te refresca o cansaço.
Queria ser o gesto de ternura, das mãos que te acariciam.
Queria poder sentir, o calor do teu corpo junto ao meu, formando a mais linda melodia.
Queria ser o teu prazer, misturado no meu prazer.
Queria ser os beijos, que te secassem as lágrimas.
Queria ser os braços, que te embalassem o sono e as mãos que alcançassem tua face.
Queria ser o olhar seguro, a olhar dentro de teus olhos.
Queria ser a lembrança, que te impulsionasse rumo à teus sonhos.
Queria deixar de ser uma imagem, para ser alguém.
Queria poder dar de mim, à você.
Queria ser o tempo, para ter tempo de te fazer feliz.
Queria ser um pouco de tudo...e tenho medo de não ser nada.

Bruh disse...

Amo-te assim

Te esperava sem saber, te pressentia sem querer, sempre te amei...
Amo-te assim, com a sensibilidade dos cegos, com a pureza das crianças, com a paixão dos deuses.
Quero ver-te intenso, amar-te na tua canção, fundir nossos corpos num só.
Quero sentir tuas mãos lindas, percorrendo todo o meu corpo, abalando todos os meus sentidos.
Uni-las às minhas mãos num só toque, apertá-las no êxtase do amor.
Quero amar-te com os olhos e deixar que eles falem, tudo o que hoje, minha voz tem que calar.
Quero abandonar-me em teus braços e aninhar-te nos meus. Amo-te assim...
Amo-te assim, em letras, em palavras, em tons, em imagens e cores.
Amo-te sem o antes, no agora, sem o depois, apenas para mim, amo-te assim...
Amo-te assim, de verdade, de corpo, de coração, de alma.
Alma que desnuda, desprende-se do meu corpo e rompendo os limites do espaço e do lógico, num vôo suave, me leva ao seu encontro. Deixando no vento, o rastro do meu amor, para que nele encontres toda a paz de que possas precisar.
Amo-te assim, mesmo longe você estando, sempre ao teu lado me encontrarás.
Amo-te assim...e o que tenho de ti, ninguém poderá me tirar. E o que tens de mim, alguém jamais alcançará.
Amo-te assim...com a certeza de que um dia, aqui, ou além do tempo, o céu assistirá ao nosso amor e as estrelas então, lá de cima, como guizos sorrirão...

Bruh disse...

Ver você


Meus olhos úmidos, neste dia cinzento seguem o rastro de tua doçura.
Vem! Aceita meu coração, mar infinito de amor, onde navegam todos meus desejos por ti.
Dá-me tua face serena, deixa que meus olhos nela se ascendam...
Dá-me tua mão, deixa que meus dedos brinquem com os teus...
Dá-me teu riso, deixa que minha alma, nele, a dor acalme...
Dá-me tua voz, deixa que meus pensamentos, nessa melodia repousem...
Dá-me teus lábios, deixa-me beber o teu sabor...Mata a minha sede...
Dá-me teus braços, deixa que meu corpo encontre abrigo no teu peito...
Dá-me o teu corpo, deixa-me ser o teu ninho...
Dá-me teu sentir, deixa que meu ser misture-se na fragrância do teu existir...
Faz deste instante um tempo infinito...
Escuta o sussurro do meu coração...não permita que um sentimento tão verdadeiro e sagrado, seja apenas uma pergunta sem resposta, ou transforme-se numa punição...
Deixa-me te amar, não te demores...
Vem! Vê meu amor, céu infinito de paixão, onde gravitam todos meus sonhos por ti...
Vem! Decifra-me o teu silêncio, deixa-me ouvir o teu coração...