quinta-feira, 3 de junho de 2010

"Quem sou eu:


"Quem sou eu ? !
Sei que não nos conhecemos...
mas eu não quero ser uma formiga, entende? 
Passamos pela vida esbarrando unhhhhs nos outros... 
sempre no piloto automático, 
como formigas, 
não sendo solicitados a fazer nadano.
Pare.
Siga.
Ande aqui. 
Dirija ali. 
Ações voltadas basicamente à sobrevivência.
Toda comunicação servindo apenas para manter ativa a colônia de formigas, 
de um modo eficiente e civilizado. 
"O seu troco." "Papel ou plástico?" 
"Crédito ou débito?" 
"Aceita ketchup?" 
Eu não quero um canudo. 
Eu quero momentos humanos verdadeiros.
Eu quero ver você. 
Eu quero que você me veja. 
Eu não quero abrir mão disso. 
Não quero ser uma formiga, entende?"
(do filme "Waking Life")

Um comentário:

Lu disse...

Eu também não quero, te convido para ser diferente comigo...

Marx me Liga

é por isso que pago a Internet!