quinta-feira, 3 de junho de 2010

Sabe ? !

Sabe o que eu quero de verdade?! Jamais perder a sensibilidade, mesmo que às vezes ela arranhe um pouco a alma. Porque sem ela não poderia sentir a mim mesma...

Um comentário:

Lu disse...

Deixo uma frase da Clarice para te fazer pensar..

Não quero ter a terrível limitação de quem vive apenas do que é passível de fazer sentido. Eu não: quero uma verdade inventada.

Luhhh